segunda-feira, 11 de março de 2019

Acesse o resumo do período de intervenção judicial da Fundase/RN

A Fundação de Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Norte (Fundase/RN) passou por um período de intervenção judicial de março de 2014 a fevereiro de 2019. Neste período, diversas medidas foram tomadas, como a reestruturação administrativa da fundação, a recuperação e construção de novas unidades socioeducativas, a aprovação do Plano de Cargos Carreiras e Remunerações (PCCR) dos servidores da instituição, a ampliação do número de vagas, dentre os outros pontos. Para resumir este período, a assessoria de comunicação da Fundase elaborou um documento que resume estes quase cinco anos de intervenção modo prático e acessível à população, que pode ser acessado clicando aqui.

O documento traz fotos e o relato de como começou o período de intervenção, o antes e o depois das unidades socioeducativas, e a palavra do presidente e interventor judicial do órgão nesse período, Ricardo Cabral. Com o fim da intervenção judicial, a administração da Fundase retorna ao Governo do Estado, que nomeou no Diário Oficial do Estado (DOE) de 08 de março o prof. Herculano Ricardo Campos como o novo presidente. Atualmente a Fundase conta com 10 unidades socioeducativas localizadas nos municípios de Natal, Parnamirim, Caicó e Mossoró, e um total de 347 vagas em todo o sistema, incluindo o cumprimento de medida para adolescentes dos sexos masculino e feminino em semiliberdade ou em regime de privação.

Nenhum comentário: