terça-feira, 12 de março de 2019

Saúde das Mulheres é discutida em Fórum

Dentro das ações promovidas durante o mês de março, em alusão ao Dia Internacional da Mulher, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) realizou nesta terça-feira (12) o Fórum Perinatal Ampliado, com a presença de representantes das unidades regionais de saúde e maternidades de todo o estado.

Com o objetivo de discutir ações estratégicas e intersetoriais para a prevenção dos agravos e também promoção da saúde nas diversas fases da vida da mulher, o Fórum foi organizado pela Coordenação de Promoção a Saúde, Subcoordenadoria de Ações de Saúde, Área Técnica de Saúde da Mulher e Comitê de Luta pela Redução da Mortalidade Materna, Infantil e Fetal.

Na mesa de abertura, a presidente do Comitê de Mortalidade, Dra. Maria do Carmo de Melo, a coordenadora de programas estratégicos da Sesap, Teresa Freire, a presidente do Conselho Estadual de Saúde, Geolípia Jacinto e a vice-presidente da Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do RG (SOGORN), Tércia Maranhão.

Em 2017 o Rio Grande do Norte registrou uma média de 37 óbitos maternos, geralmente na faixa etária dos 20 aos 34 anos de idade. Em média 50% dos óbitos fetais ocorrem também com o óbito da mãe. “Ao longo dos anos estamos conseguindo uma melhoria no preenchimento das declarações de óbito, o que permite também o aumento no número de investigações destes óbitos”, explicou Dra. Maria do Carmo.

Para ela, a redução destes índices passa por quatro pontos estratégicos, com foco na Atenção Primária, que são: a melhoria no planejamento reprodutivo, a realização de exames pré-concepcionais para investigação de problemas de saúde prévios, a qualidade do pré-natal e a garantia de assistência ao parto.

Nenhum comentário: